Fev 03

Comissão romana emitirá parecer sobre a causa de Beatificação do frei Damião de Bozzano em 06 de fevereiro

O Frei Jociel Gomes, postulador da causa de beatificação do frei Damião de Bozzano comunicou que no próximo dia 06 de fevereiro, em Roma, na Congregação das Causas dos Santos, a Comissão dos Teólogos vai se reunir para dar seu parecer sobre a Causa de Beatificação e Canonização de frei Damião de Bozzano.

O parecer, sendo positivo, será apresentado ao Cardeal Angelo Amato, Prefeito da dita Congregação que, ainda este ano, deve apresentar o resultado ao Sumo Pontífice. O papa Francisco, por sua vez, permitirá a publicação do “Decreto de Venerabilidade”. Assim sendo, frei Damião de Bozzano será declarado “Venerável”. Esse é o grande passo rumo à beatificação, pois com a comprovação de um milagre ocorrido pós-morte do frade, ele poderá ser declarado “Beato”. E com mais um milagre, acontecido depois da beatificação, será inscrito no álbum dos santos, a canonização.

Em entrevista para o site da Arquidiocese de Olinda e Recife, o frei capuchinho Jociel Gomes, postulador da causa de beatificação do frei Damião de Bozzano, explicou que desde 2012, a “fase diocesana” do processo foi encerrado e desde então, está em curso a chamada “fase romana” do processo. Conforme relato do postulador, na reunião que acontecerá no início de fevereiro, em Roma, a Comissão dos Teólogos vai emitir um parecer sobre o reconhecimento ou não reconhecimento das virtudes heroicas praticadas em vida, pelo frei Damião de Bozzano. Caso seja reconhecida a prática das virtudes heroicas, o papa Francisco, em nome da Igreja Católica, autorizará a publicação do “Decreto de Venerabilidade”. Tal decreto abrirá as portas ao processo de beatificação e exigirá a comprovação de um milagre ocorrido por meio da intercessão pós-morte do frei Damião, para que o saudoso frade capuchinho seja reconhecido Beato. A etapa seguinte, a canonização, exige também a comprovação de um milagre – o segundo no processo – e que tenha acontecido após a declaração de Beato. Ou seja, são exigidos dois milagres comprovados para que o frei Damião de Bozzano seja reconhecido santo.

Em paralelo ao andamento do processo da causa de beatificação do frei Damião de Bozzano , na “fase Romana”, o frei Jociel ressalta que o trabalho dos postuladores é incansável: uma comissão fica encarregada de investigar e de ouvir os possíveis casos de milagres, para encaminhar à Roma, para análise dos Teólogos.

Conforme alerta o frei Jociel Gomes, uma série de critérios são requeridos para que um milagre operado por intermédio da intercessão de um Servo de Deus seja o motivo de reconhecimento de beato e santo junto a Roma. Em geral, é requerido que o milagre, no caso de doenças, tenha proporcionado a cura DEFINITIVA (duradoura); deve haver um curto intervalo de tempo entre a oração pedindo a intercessão do candidato a santo e a obtenção da graça/cura e por último, os laudos e documentos comprobatórios de cientistas e médicos, atestando que não há explicação científica, por parte da Ciência e da Medicina, para a cura da pessoa. Como exemplo, o frei Jociel conta o caso da freira que tinha Mal de Parkinson e pediu a intercessão ao beato papa São João Paulo II e ficou curada. O Mal de Parkinson é uma doença que a Medicina ainda não encontrou a cura.

O frei Jociel faz dois apelos: que os fiéis rezem e divulguem a oração pela beatificação de frei Damião.

 

 

Casos de possíveis milagres acontecidos por meio da intercessão pós-morte de frei Damião de Bozzano devem ser comunicados para os seguintes canais de contato, aos cuidados do postulador da causa, o frei Jociel Gomes: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e (81)3721-3731/ (81)3424-8500.

Faça Uma Doação

Faça seu cadastro e torne-se um Doador .

saiba mais

Facebook